Essa garota me deixou louco

Fazia tempo que eu não passava por aqui. E hoje, acabei postando mais do que nos últimos dois anos. Sério. E eu também aproveitei pra ler todos os comentários. Boa parte deles era gente que estava ajudando outras pessoas. E eu me sinto grato por isso. Porque afinal, esse lugar não é só um exorcismo. Porque existe gente boa no mundo. Porque há solidariedade entre gente que está nessa doença. Fodidos, porém solidários !!!

Dentre os comentários, achei um que me interessou. Ela me ofereceu um ombro amigo. Disse que eu podia adicioná-la, se quisesse companhia. Desabafar. Ela também era uma incompreendida, assim como eu. Ela só queria alguém pra amar. Mas esse alguém se foi. Rápido demais.

E eu fiquei profundamente caído por ela. Apaixonado. Pesquisei seu e-mail no facebook, e fiquei ainda mais apaixonado. Ela é psicóloga. Aparenta ser altamente madura, embora seja nova. Ela linda. Mais que isso, ela é uma mulher lindíssima. Só havia uma foto disponível pra “não amigos”, mas foi suficiente pra eu me apaixonar.

Contudo, ela é uma Vênus, inatingível. Ela mora distante. E é bipolar assim como eu. Ela me deixou profundamente louco. Eu queria adicioná-la no facebook. Não era só beleza, era um desejo intenso de intimidade. Afinidade. Eu pensei que queria muito estudar psicologia. Que queria morar junto com ela. Que queria me acertar com alguém. Que precisava de alguma intimidade. Eu pensei nela no chuveiro. Simples assim. Um banho no chuveiro frio. Erótico. Poético. Não, eu não pensei em sexo. Mentira minha, eu pensei no mais carnal dos sonhos. Mas não tão carnal. Foi mais pra romântico. Poético. Eu desejei aquela mulher, linda. Linda!

Então eu acordei e vi ela era, de fato, uma Vênus. Linda, distante e inatingível. Percebi que o MEL que destilava em seus lábios era muito doce pra mim. Percebi que ela mora longe. E lembrei que eu tenho um histórico de fracassos com relacionamentos à distância. Percebi que ela é psicóloga, e que certamente não iria querer, voluntariamente, um desequilibrado como eu. Percebi que ela era linda, e dificilmente iria me dar bola. Como dizem, ela é muita areia pro meu caminhãozinho.  MUITA!

Lembrei também de um histórico de fracassos com bipolares. Elas me atraem, me atiçam. Mas é muita loucura pra um relacionamento só. Eu me auto-sabotava. Mais que isso, eu tentei fazer dar certo, mas percebi que nós nunca tínhamos o mesmo timing…

Percebi que tudo não passava de um sonho. Olhei mais uma vez a foto dela. E decidi não adicioná-la, com medo de ser rejeitado. Com medo de ser aceito e fazer merda. Com medo de fazê-la sofrer. Com medo de sofrer.

Mas só uma coisa me passou pela cabeça.

Essa garota me deixou louco. Mais do que eu já sou. Perdido. Maluco. Apaixonado…

Anúncios

3 comments so far

  1. Tonho da lua on

    Bom, eu vivi o sonho. Ela também era linda, psicóloga, e ao contrário do que vc acha, se elas não gostassem de malucos elas não cursavam psicologia. Mas durou um ano. Ela de fato não suportou minha loucura, acho, mas não tenho certeza. Sei que ela terminou da forma mais cruel: foi em bora da cidade, pra bem longe, e daí minha história ficou igual a sua, com a diferença que vivemos um ano juntos, e eu agora, nesse momento (faz uma semana que ela se mudou) estou enfrentando a maior dor que eu já experimentei em toda minha vida. E suspendi medicação. E não quero terapia. E não quero nada mais. E tenho horas infinitas pra conversar sobre o assunto, pois eu só penso nisso. Então, to a disposição, visite meu blog, deixe um recado, que nos falamos. Abraço

  2. Fernanda Puga de Moraes on

    Meninos, esse é o mal moderno, é o que a minha psiquiatra me diz. Procurar procurar, apaixonar e apaixonar, sempre desencontros, sempre vazio, sempre solidão… Não é uma pessoa que vai mudar isso, apesar delas poderem ajudar bastante. Sei como é, procuro o amor, sou chamada de “maluca”, “desesperada”, etc… afinal o romance, o amor não é bem visto hoje na sociedade… Enfim, entendo vocês dois.

    1- Desbipolarizado (desculpe mas eu ainda não consegui entender seu nome): uma vez eu li uma coisa que achei incrível, incrível porque na primeira metade da frase você acha ela TOTALMENTE idiota, e na segunda metade, totalmente verdadeira… quer ouvir?

    “O único amor eterno é o platônico. Ele é eterno pois nunca é vivido.”

    Viver um amor é destruí-los aos poucos, somos humanos, é isso o que fazemos – destruímos as coisas… Então você tem que concordar comigo que há certa beleza no platonismo… Vamos tentar olhar desse lado, como se, se por acaso você concretizasse esse amo, descobrisse que ela tem um defeito horrível, que você não aguentaria… afinal, você nem sabe se ela é tão perfeita assim, e mesmo se for: ela nunca vai ser exatamente quem você imaginou na cabeça, é como ler um bom livro e imaginar um personagem, um cenário incrível, e quando você vê o filme, é sempre diferente…

    2- @Tonho da lua: Perder um amor é a coisa que mais dói no mundo. Eu não vou dizer “vai passar” porque disso você já sabe, mas parece que não vai passar nunca… o que eu vou dizer é que você não está sozinho. Tem muita gente passando o mesmo que você e você está certíssimo em se oferecer pra conversar e trocar experiência, tudo dói menos quando tem alguém pra segurar a nossa mão, mesmo que não seja o alguém que queríamos.

    Estou nessa de me abrir e postar informações na luta contra transtornos mentais, querem se juntar a mim?

    http://www.facebook.com/situacoessinapticas

  3. Maria Rosa on

    Continua? Estou acompanhando o blog e sinceramente, porque eu não li tudo isso antes? Me sinto altamente boa visitando esse blog sempre que posso, preciso saber como está esse ano em sua vida e o que mais tens feito de bom? E o mais legal, estou ouvindo muito Marisa Monte, Maria Rita, lendo os livros de Dan Brown, e pensando o que fazer com tudo que me acontece desde que o psiquiatra me diagnosticou bipolar, agora seu blog é meu principal auxílio, obrigado por tudo, todos os conselhos! Até mais!
    Grande Abraço

    O email é fictício


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: